espaços cowork

Não é novidade para ninguém e todos os profissionais que trabalham em escritórios já se aperceberam que os espaços de cowork estão em constante crescimento.

Inicialmente criados a pensar em freelancers e startups que procuravam um espaço de trabalho fixo e acolhedor, trabalhar num cowork tinha inúmeras vantagens. Em primeiro lugar, estava livre de qualquer distração – todos sabemos que trabalhar em casa não é benéfico, existe sempre alguma coisa para fazer ou para tratar, as chamadas telefónicas surgem com mais frequência e a produtividade vai diminuindo cada vez mais. Se quisesse receber alguém para uma reunião ou uma entrevista, ao ter um local de trabalho fixo, poderia fazê-lo sem ter de ser num café ou na sua própria casa. Teria maior flexibilidade de horários e conseguia conciliar muito melhor a vida pessoal da profissional. E, de entre muitas outras vantagens, teria mais probabilidade de fazer networking, pois ao conviver e a interagir com outros profissionais iriam surgir novas oportunidades comerciais.

Os espaços de cowork começaram a atrair todo o tipo de empresas, a oferta de mercado foi crescendo cada vez mais para satisfazer as necessidades dos vários tipos de negócio e o conceito “coworking” tornou-se num êxito internacional. Grandes empresas como a Google, o Facebook ou a Delloite aderiram a este fenómeno e conseguiram provar que trabalhar em comunidade seria mais favorável para atingir o sucesso.  

Oferecer um espaço de trabalho num ambiente estimulante e atraente, proporciona mais criatividade e dinamismo entre colaboradores e a maior parte destes espaços já disponibiliza várias comodidades como terraços, esplanadas, cafés ou até parcerias com outras empresas para que os colaboradores se sintam motivados, aumentando assim a sua produtividade.

O coworking torna os funcionários mais felizes e envolvidos no projecto, por isso só pode ser benéfico para qualquer negócio!